12/01/2009

Escudo

Teu mundo cor de gema
Frágil
Quebradiço,
Aporta diante da janela morna.
Tarde azul
Teus olhos rasos gritam
A tua voz se cala.
Escuto teu silêncio
E admiro teu escudo

Ando sem.

Teus imensos olhos
Engolem minha frase
E tua risada ecoa
Até o fim do mundo.

2 comentários:

Ciro disse...

Gostei bastante desse, Fabi. Poesia de expressiva e pura sinceridade, quando a linguagem direta se torna um aliado dos sentimentos...

technology disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.