25/06/2010

Brief encounter

Longe de mim
Cor cinza,
Língua estrangeira,
Teu coração apertado
Desandou o meu,
O teu abraço perdido
Alimentou meu suspiro,
Fiquei vazia.

O espaço entre meus braços
E tudo que não te participa
É feito de tempo.
Entre cafés
E detalhes
Te esqueço.
Entre a cama desfeita da noite
E a manhã aguada de sol e varais
Te ponho pra fora.
Guardarei comigo
Só o que me consola,
Teus olhos.

3 comentários:

Valerie disse...

Excelente.

fernanda barreto disse...

ai, fabi.
assim meu coração vira purê de tomate. ai.

Ciro disse...

Lindo, lindo. Cada vez mais refinada, Fabi.