21/10/2008

Outsider

Meu corpo todo já se acostumou com o barro desta estrada.
A distância que agora me separa do centro é desprezível;
posso vê-lo.

Lá monumentos serão levantados
com as mãos dos sonhos,
eu os verei por entre a poeira,
“era um espaço de terra seca que nos separava”.
Verei como hoje, sem saber de algum plano,
Ou do dia quando tudo irá acabar,

Escolhi,

[um feixe de luz na bruma difusa]

ficar longe, ignorante do que planejam,
pra que nem a cumplicidade me salve,
tão alheio a ponto de entender a fundo
algo que não me basta.

Sem cor é como as flores ficam quando cai a noite,
mas muito brilho vem de cima,
percebo aos poucos que essas mesmas flores
guardam um segredo contado para os olhos,
não deixam de saber em si o que são
e o porquê.

Depois do sol,
e até mesmo durante,
senti saudades de estar dentro do que pulsa,
bem no meio,
extasiado,
mas, eu me lembro,
escrevi em minha vida um exílio:
fitar, cheio de orgulho, o que já não entendo
nem me sobra,
bem mais que distante;
fora daqui.

Circulo, no entanto, este lugar estranho
que tal sangue em mim
percorre,
esquecido em minha inocência
[e isso me fez ficar longe]
que lá nunca estive,
que eu não tive do que ali se vivia.

Maltrapilho, agora sei que estava num sonho,
- só pode ser sonho viver sem desejar outra vida -
aqui fora de mim ou do mundo
tudo é plausível nada,
eu desconheço
o caminho
sei o sentido,
não a direção.



Menezes

4 comentários:

Anderson Melo disse...

O Leo sintetizou num verso o paradigma existencial da modernidade:

"Só pode ser sonho viver sem desejar outra vida"

Eis o problema filosófico sobre o qual o capitalismo cresceu e fez do outsider mais um fetiche.

passado disse...

"senti saudades de estar dentro do que pulsa"

foi lindo.

Fabi disse...

Só pode ser sonho viver sem desejar outra vida.
Não há como não se identificar com essa frase, nós nunca nos contentamos,no caso da poesia essa eterna insatisfação é alimento. É quando surgem poesias lindas, como essa sua.

Adorei a poesia,tem outras tantas frases incríveis, achei intensa, forte, você tá cada dia melhor.

Anônimo disse...

if !supportEmptyParas