17/09/2008

Uma serpente lambe meus ouvidos
Como a guitarra de um rock progressivo
Estou só na escuridão do quarto há dias
Papai diz que é masturbação...
Mas eu acho que no fundo
O velho andou tomando ácido
Sua voz ecoa
Nas ruínas de Pompéia.
Adeilton Lima

3 comentários:

Teatro em transe disse...

Salve, moçada!
Ando experimentando esses textos curtos. Abraço!

QUEFAÇOCOMOQUENÃOFAÇO disse...

Obrigado pela visita! Salvem os poetas do Nexo Grupal!



ADRIANO NUNES, MACEIÓ/AL.

Ciro disse...

Pô, adeílton, estou achando essa sua experimentação muito legal mesmo. São alguns dos seus textos mais interessantes. Gosto do enigma e do humor.