06/06/2010

Caminho pela cidade desabitada...

Caminho pela cidade desabitada.
Corações desabitados?
Há solidão em tudo, desagregação mortal, desespero inventado.
Há histórias vazias, paixões previsíveis, sinais do fim, glórias inglórias, vitórias falsas.

Caminho pela cidade desabitada.
E vejo monumentos erguidos na terra.
Mas vou antes, em sua carne e seu sangue. Tento ler sua mensagem, só importa a travessia.
Tenho uma nostalgia do que desconheço, do que é encanto sobre nada.

Caminho pela cidade desabitada.
Brinquedos choram nos parques. Vozes que querem apenas ser ditas.
Mãos que se abstém de mãos. Beijos sem lábios. Presença de ausências.
Corpos sendo metralhados na escuridão.

Caminho pela cidade desabitada.
E a cidade me destitui de amargura. Ainda há um olhar olhando.
Não quero a esperança, nem o perdão.
Quero abraçar o tempo. Atravessar em meu peito um punhal vocabular.
Derrota por derrota chegamos à luz redentora.

8 comentários:

Anônimo disse...

nem eu.

Bruno disse...

Oi Eiliko!
É... entendo o que você disse.
Mas eu digo no sentido de que o que importa é a atitude, nem a passividade da esperança nem o medo da culpa, medo de errar, pois devemos assumir nosso papel no mundo e todas suas consequências, um tanto existencialista rs. Bem, é isso! valeu, abs!

Anônimo disse...

Faremos novo encontro no dia 10, sábado. Apareçam!!!



Menezes

Daniela Gasparini disse...

Um deputado amigo da família tem um projeto que vai facilitar o rastreamento de crimes tecnológicos. Isto fará com que no Brasil o 'stalking'e 'bullying'FINALMENTE terão consequências e a identificação dos infratores será facilitada. Se for aprovado,as pessoas que abrem falsos perfis afim de tentar difamar, caluniar e causar danos morais ao personificado arcarão com o ônus. Recebi bastante apoio da Policia Civil no Lago Sul e a Delegacia dos Crimes Virtuais, localizada no SIG ou SIA se não me engano. Até nisso o Brasil tarda mas espero que não falhará.

Rafaela Gasparini disse...

Eu espero que assim sendo os hackers de fundo de quintal também respondam pelas brincadeiras de péssimo gosto.

Anônimo disse...

Só não sei de quais brincadeiras você estão falando, pois não consigo visualizar nada por aqui.

abs

Menezes

Anônimo disse...

provavelmente o título da sua poesia abriu precedentes para citação livre acerca da cidade assim como projetos da câmara e Lago Sul, por exemplo.

Ciro disse...

Gostei, tem um impacto verdadeiro e desiludido típico de um certo jeito de ser brasiliense. Só não curti muito os versos "Mãos que se abstém de mãos. Beijos sem lábios. Presença de ausências." Me pareceram um pouco gratuitos e lugares-comuns.